Três breves apontamentos sobre Portugal

Celebrou-se, hoje, em #Portugal, o Dia Nacional Contra a Violência Doméstica.

Até agora, em dois meses e pouco, já foram assassinadas doze mulheres! E, hoje, foi encontrada a cabeça de outra vítima, em avançado estado de decomposição, dentro dum saco de plástico, numa praia de Leça da Palmeira, Matosinhos!

Lamentável, triste, vergonhoso! Que sociedade é esta?!

***

O Novo Banco, — ainda bem que é novo! —, precisa, novamente, de mais de mil milhões... (Eu acho que nem sei escrever o valor em números... Era capaz de me enganar nos zeros!)

Já agora, o seu administrador disse, na televisão, para todos o ouvirem bem, que irá deixar o banco “limpo”. Não sei se percebi bem...

Esta catástrofe financeira foi construída, em especial, ao longo dos últimos 10 anos, enquanto uns senhores andaram a brincar aos banqueiros...

Disseram que não seremos nós a pagar... Pergunto: quem será?

***

Aos professores vão ser contados dois anos, nove meses e dezoito dias de tempo de serviço, do total de nove anos, quatro meses e dois dias... Porque não há dinheiro para mais, dizem...

Bem, nós não andámos a brincar aos professores com o futuro dos nosso alunos e do país, nem provocámos buraco financeiro algum ao país...

Parece que começo a ver a resposta para a minha questão anterior...

Aliás, até já temos experiência no patrocínio da construção de auto-estradas...

Haja paciência e decência!