zerodiario

Sobre amenidades do dia-a-dia e pensamentos aleatórios. Conteúdo diário ou esporádico. Ou nenhum dos dois.

Não tem nada pior que criar expectativa em algo – um filme, uma receita, um livro, etc. – e quando você finalmente tem a experiência com isso, é ruim. Foi assim que me senti após ler dois livros que vi sendo bastante recomendados nos últimos tempos. É aquilo: não é porque é bem recomendado, que seja bom. E foi isso o que aconteceu.

Leia mais...

Eu costumava gostar bastante do Instagram. Você postava uma foto bonitinha com um filtro bacana e com o uso certo de hashtags, dava para conseguir um engajamento legal. Você então, podia acompanhar quem quisesse e formar uma pequena bolha de um conteúdo que você se importa. Aí veio o sucesso do TikTok e como sempre, o Facebook revê todo o algoritmo para fazer o usuário não sair da rede social e ir para outro. E aí, tudo se estraga.

Leia mais...

Imagine um pouco um mundo em que você pudesse fazer qualquer coisa e não ser responsabilizado por isso. Você não pode ser acusado, porque ninguém se lembra de você. Você vira um estranho em questão de segundos. Você vive a mercê de tudo, não pode constituir uma família, não pode ter uma casa, não pode ter seus próprios pertences. Não pode deixar marca alguma no mundo, que comprove a sua existência. Para o universo e a ação e reação que nos rodeia, você é invisível. Mas, você consegue viver intensamente, fazer tudo o que sempre quis (na medida do possível e no que sua sanidade permitir).

Leia mais...

Olá visitante,

Passei alguns dias cozinhando essa ideia, de ter um espaço, onde poderia falar sobre assuntos aleatórios com certa regularidade. Procurei algumas plataformas simples para isso. Tive algumas dúvidas no caminho, mas escolhi essa. Talvez aqui seja um diário, talvez tenha algum conteúdo diariamente. Ou não tenha nada por semanas. Zero. O nome veio disso.

Fez sentido? Na minha cabeça, sim.

Leia mais...